O que é?

O Microagulhamento é um tratamento estético realizado com um equipamento que possui um sistema de rolamento e inúmeras agulhas, gerando assim, diversas “microlesões” na pele. Esta ação estimula os Fibroblastos a produzirem mais colágeno e elastina para restaurar esta pele que foi danificada, combatendo o envelhecimento.

A finalidade do Microagulhamento é o estímulo e a regeneração celular através do processo de cicatrização. Com o aumento na produção de colágeno e elastina, a pele é restaurada e beneficiada com a reorganização das fibras internas.

Como é?

Esse processo, leva a diminuição de linhas e rugas, cicatrizes de acne, além de deixar a pele mais firme, uniforme e revitalizada. A técnica também pode ser indicada no tratamento de estrias, melasmas, poros dilatados e na permeação de ativos para auxiliar e potencializar diversos outros tratamentos.

“Danificar” a pele dessa forma faz com que alguns medicamentos sejam mais facilmente absorvidos na região, já que a pele é uma barreira do corpo e muitas vezes não permite que alguns ativos penetrem e cumpram seu efeito. Esse mecanismo é chamado de drug delivery.

Embora este tratamento possa causar alguma dor e desconforto (quanto maior a agulha, maior será a dor) o procedimento fornece resultados positivos desde a primeira sessão, o que geralmente compensa todo o processo. Ele promove, de uma maneira geral, uma pele mais uniforme, sem as depressões causadas por cicatrizes e espinhas.

Para quem é?

Não é indicado:

  • Se você tem câncer de pele;
  • Sofre com acne e cravos em abundância e inflamados;
  • Se possui infecção por herpes labial;
  • Se estiver fazendo uso de remédios anticoagulantes;
  • Se tiver histórico de alergias a pomadas anestésicas locais;
  • Em caso de diabetes mellitus não controlada;
  • Se estiver realizando radioterapia ou quimioterapia;
  • Se possui alguma doença autoimune.

Cuidados

É fundamental que o paciente realize uma avaliação antes para saber se tem indicação ao tratamento.

Importante também é esclarecer que o microagulhamento deve ser realizado, preferencialmente, por um profissional – seja dermatologista ou esteticista. Pois o risco de infecções existe, e o profissional estará habilitado para assegurar que o procedimento seja feito da maneira correta.

Entre em contato